8 de março de 2017

ANIVERSÁRIO • 21 coisas que aprendi em 21 anos


Esta é a primeira publicação do meu aniversário. Hoje trago-vos as 21 coisas que aprendi em 21 anos, não aos 21 porque como nunca tinha feito este post não podia comparar com as 20, as 19, etc.

1. Não há nada mais importante que a família. A família tem que estar sempre em primeiro lugar, em tudo, são as últimas pessoas a abandonar-nos quando quer que seja.
2. Tudo passa. Nada dura para sempre, seja bom ou mau.
3. Ninguém é melhor que nós e nós não somos melhores que ninguém. Aprendi isto na praxe, e vou levar comigo para a vida.
4. Pensamentos positivos melhoram tudo. Acordar e pensar "Este vai ser um bom dia", é meio caminho andado para o ser efetivamente.
5. Nós também merecemos o bem. Toda a gente merece o bem! Nós não somos exceção.
6. A morte existe. Tive que aceitar isso, aceitar que há pessoas que nunca mais vamos ver, tocar, e faz parte da vida.
7. O amor existe. Para nos consolarmos do anterior, o amor também existe! Pode demorar a aparecer, mas mais vale tarde que nunca, e um dia todos vamos ter a oportunidade de viver um!
8. Nós somos importantes para alguém. Podemos achar que não, que não fazemos diferença no mundo, que ninguém se lembra que existimos, mas há sempre alguém a contrariar isso.
9. No fim, tudo acaba bem. Parar de dramatizar por tudo, porque no fim tudo volta ao normal e tudo fica bem.
10. As notas não dizem nada sobre nós. Números nunca definiram nem vão definir a inteligência de ninguém.
11. Devemos dar sempre valor. E mostrar isso, não chega sentir.
12. Sermos bons com alguém e a pessoa aproveitar-se disso não é problema nosso, mas sim da pessoa. Não podemos deixar de praticar o bem porque há quem se beneficie disso, deixando-nos a nós em desvantagem. Vou continuar a ser boa com todos, sem medo que se aproveitem disso para benefício próprio.
13. “O que ninguém sabe, ninguém estraga”. Cada vez mais me consigo aperceber que as pessoas tendem a invejar o que não podem ter e dessa forma, tentam tirar dos outros aquilo que elas também não conseguem ter.
14. O objetivo da vida é cumprirmos os nossos objetivos. Para nos sentirmos realizados.
15. O sofrimento deve tornar-se em força. Aproveitar uma emoção tão forte como a tristeza e usá-la como uma força, como motivação.
16. Perfeccionismo não é uma coisa má. Ao longo da vida fui sempre pensado que tinha que deixar de ser assim, mas acabei por perceber que não é mau ser perfecionista.
17. A preguiça tira-nos tempo de vida. O ficar na cama até às 13h ou até mais tarde, o deitar tarde por não apetecer desligar das redes sociais... Tudo isto tira-nos tempo que poderíamos estar a viver lá fora.
18. O stress é normal e faz bem. Não sentir stress é que é estranho, certo? Um stress miudinho é bem-vindo.
19. O "sítio feliz" de toda a gente nem sempre é uma praia paradisíaca. Quando se imaginam num sítio feliz, é uma praia? Não? Então não faz mal! Todos diziam "imagina-te numa praia", mas, e se numa praia não me sentir bem?
20. Doenças psicológicas são tão importantes como as físicas. A isto eu sempre dei a devida importância, e cada vez mais o faço, mas há quem ainda não pense assim, e é triste.
21. Ser feliz custa tão pouco. Às vezes as coisas mais simples são as que nos deixam mais felizes e nem nos apercebemos.

5 comentários

  1. Que ensinamentos tão bons e enriquecedores (:

    ResponderEliminar
  2. Identifiquei-me com tudo mesmo! :D

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Muitas pessoas com 40 não sabem nem metade das coisas que enumeraste :P

    ResponderEliminar
  4. é tão bom que partilhes isto connosco! :)

    ResponderEliminar

© Traffic in the Sky. Design by Fearne.