1 de dezembro de 2016

FAVORITOS DE NOVEMBRO


Novembro: o penúltimo mês do ano. Este mês demorou bastante a passar e no geral, não foi um dos meus preferidos. No entanto, tive várias coisas por que agradecer e que fizeram com que o mês valesse a pena.


Roupa e acessórios


Casaco. Já andava a precisar de comprar um casaco novo há algum tempo e este foi o que me encheu logo as medidas. É mais escuro que na foto e eu simplesmente adorei tudo: a cor, as medidas, a forma como assenta no corpo. Tudo. Comprei-o na Primark, a metade do preço que se encontra na Bershka: 40€.


Casaco. Aproveitei a Black Friday para comprar outro casaco. Desta vez, na Bershka. Este é de lã no tronco e de "pele" nas mangas. No final do dia, queria mostrar à minha irmã e estava à procura no site e foi quando percebi que o preto esgotou de imediato. Agora está de volta, mas pelo preço normal: 39,99€.

Maquilhagem/Self-care


NYX Lingerie. Finalmente a NYX abriu no Porto e finalmente pus as mãozinhas num batom. Comprei o corset: um nude muito clarinho, meio cinza, meio castanho claro, não sei explicar a cor mas acabei por me habituar e gostar dele. Também comprei o Lace Details para a minha irmã e é um rosa fofinho. A fórmula deles é tão AHHHHH. É só deslizar e já está. Parece que até o aplicador se adequa aos lábios de toda a gente.

Filmes e séries


Dori. Finalmente vi este filme. Pensei que quando saísse ia ser das primeiras na fila para o ver mas simplesmente deixei andar e quando reparei, já ele estava na internet. Adorei o filme, adorei o que me fez sentir, adorei a Dori, adorei tudo.


The Terminal. Eu gostava mesmo de fingir que já tinha visto este filme, mas nunca o fiz até este mês. Vi-o com o Hugo e como é óbvio chorei baba e ranho. O Tom Hanks é simplesmente o meu ator preferido e cada vez tenho mais consciência do quão bom ele é.


National Treasure. Depois de muito esperar para ver o Inferno, desesperei por um filme deste género e o Hugo disse-me que este era quase a mesma coisa. Eu já tinha referido que este é mesmo o meu género de filme e eu gostei bastante. O 2º filme já não vai entrar nestes favoritos porque o Hugo não me deixa ver sem ele.

Final de How to Get Away With Murder. S. E. N. H. O. R. Este deve ter sido um dos melhores episódios da série. Teve que entrar nos favoritos porque, embora me tenha tirado um personagem dos que mais gostava, deu-me aquele amor pela série e fez-me pensar que só os grandes não têm medo de arriscar.



Black Mirror. Esta série deixa-me boquiaberta em todos os episódios. É aquele tipo de série que não precisa de muito para conseguir ser espetacular e para nos conseguir deixar a pensar em como tudo é, como tudo seria, etc etc.



Aplicações

OSM. Bem, não sei como mas aderi à festa. O meu namorado não parava de jogar isto, nem de falar sobre isto. Com os amigos dele, com os meus, com os nossos, isto era sempre tema de assunto. Quando ele criou uma liga para jogarem todos, eu disse, em tom de brincadeira "vou entrar", mal eu sabia que ia mesmo e mal ele devia saber que eu estava a falar a sério quando disse "pronto pessoal, esqueçam o primeiro lugar". Ainda o vou conseguir, eles que se preparem eheh.

Porto. A aplicação foi criada pela CMP e tem um design fabuloso, tem notícias sobre a nossa cidade em vários âmbitos e sempre que algo acontece, recebemos uma notificação. Adoro a aplicação por me por a par de tudo e por conseguir reunir tudo num só local.

Duolingo. Embora eu tenha noção que isto não nos dá um certificado de mestres em x língua, eu consegui desenferrujar o meu francês com esta aplicação que nos põe à prova quanto a vocabulário, como na gramática. Faz-nos falar, ouvir, escrever, ler. Tudo. Não acho espetacular porque usa português do brasil mas de resto, gosto muito.

Any.do. Esta aplicação veio-me ajudar em muito pois sempre que tenho algo por fazer, está lá o símbolo para me relembrar do que tenho por fazer. E para não falar do design! Simples e bonito.


Comida/Bebida


Natas do céu. Lembrei-me de ter desejos de natas do céu e a minha avó cooperou nisto, mais uma vez, e fez-me ir comprar. Adoro isto, todos estes sabores e o que me traz à memória.

Música


À descoberta de músicas e playlists natalícias, encontrei esta. É tão aconchegante e faz-me lembrar os anos 2000.

Outros


Capa. A minha capinha dos friends chegou e estou tão AHHHH (quantas vezes já disse isto?) com ela. É bordeaux, cor que eu adoro, faz referência a uma música dos friends, que mais posso querer?


Momentos


O Hugo. Como eu referi aqui, o Hugo tentou fazer-me uma surpresa por este mês estar a correr tão mal e por eu lhe ter dito que não ia ter grande coisa para colocar nestes favoritos. Acreditam que me levou a jantar a um dos meus sítios de francesinha preferidos só para um momento de estrelato por cá? (E para me fazer sentir bem, claro). Cada vez amo mais a pessoa que tenho a meu lado por perceber tudo sem eu ter que dizer nada, por saber como me fazer sentir bem e feliz (embora às vezes tenha que dar umas dicas de como é que ele me podia animar um pouquinho) e por me acompanhar sempre, seja em fases boas ou em fases más. Tenho alguém que sempre quis ter comigo e embora possa ficar triste, tenho sempre uma razão que seja para ser feliz: o Hugo.



O dentista que mais gostei de conhecer/Tirei um dente do siso. Como já tinha referido aqui, andava à procura de dentistas que me pudessem dar orçamentos para a extração de dentes do siso, marcaram-me uma consulta para voltar lá na semana seguinte e ver tudo com o cirurgião. Quando lá cheguei, foram-me apontados tantos problemas que me tinham feito noutros lugares, com toda a sinceridade e empatia do mundo, que eu deixei-me chorar desalmadamente, com a revolta que lhe causei (não eu, mas os outros dentistas que me tinham feito mal), decidiu anestesiar-me na hora e tirar-me o dente do siso que já tinha de fora, só me apercebi disso quando me perguntou se a anestesia estava a fazer efeito, no fim disse que não me ia cobrar nada e que só me quer ajudar. Fiquei com o coração tão cheio e com um misto de emoções tão grande. Desde sempre que ando de dentista em dentista pelos preços para as diferentes coisas que faço e sempre pensei "não, eu tenho que ter um dentista que possa dizer "o meu dentista", nem eu própria sei a quem me refiro se o disser" e agora sei, sei que não podemos confiar em qualquer um e que o mais barato sai caro, mas também que a sinceridade e a bondade estão em vários sítios, não só a maldade e o aproveitamento que fazem das pessoas.

Trabalhos, trabalhos e mais trabalhos. Embora possa parecer estranho, eu adoro aquela altura de prazos finais de entrega de trabalhos. Gosto mesmo muito de jogar com a minha imaginação e criar as mais variadas coisas, de usar tudo o que sei e tudo o que posso saber para tal. E neste mês, os trabalhos começaram a fazer-se sentir.


O Natal e a árvore. Não ajudei a fazer a árvore porque a minha mãe e a minha irmã não se aguentam, mas é tão giro chegar a casa e aconchegarmo-nos com estas luzes ligadas.


Geocaching. Deixei de fazer geocaching quando a caça aos pokemons começou - por favor, alguém que me dê um sermão de 2h - e voltei este mês à prática com um casal nosso amigo, mais o pai da amiga e um amigo do pai (tantos amigos!!). Fomos fazer um trilho de 16 caches em vila do conde mas só conseguimos fazer 8. Chovia imenso e anoitecia às 17h30, como era numa floresta/mato, não conhecíamos nada e era preferível marcar outra data para a 2ª metade, foi o que fizemos. Estou ansiosa para voltar a praticar isto, ansiosa que chegue o calor para ir procurar caches com a minha irmã depois das aulas e para parar em cada esquina com o Hugo porque vimos uma cache que estava próxima.


O (pré) pedido para madrinha. Tinha praxe de departamento e a minha vontade de ir era 0, mas enquanto esperava entrar na aula, à conversa com o Hugo e meio que em tom de brincadeira, perguntei: E se depois da aula eu fosse almoçar, trajasse e voltasse para ir contigo à praxe? Ficou logo todo empolgado mas eu comecei a pensar em todos os pontos negativos dessa decisão e ele trazia-me respostas. Tudo indicava que eu tinha que ir. Fiquei com umas dores de pés horríveis, não fiz grande coisa, mas como já posso praxar e estavam poucos terceiranistas e alguns segundanistas, fizemos equipas com dois caloiros para um jogo. No fim, eu estava a abrir fichas para eles e a assinar a nossa presença e calhou-me de abrir a ficha de uma menina que já tinha andado comigo na secundária, como a cara e o nome dela não me eram estranhos, perguntei se ela tinha andado naquela escola, respondeu-me logo "sim, e tu também, eu lembro-me de ti!", achei tão amoroso a forma como ela disse e, no fim, tinha que escrever o nome dos padrinhos dela mas como ainda é tão cedo perguntei só "ainda não tens, pois não?" e ela disse-me que não com um olhar tão querido. Quando estava a ir para o carro, passei por ela e pela amiga e ela correu atrás de mim, tocou-me nas costas (e atrapalhou-se por tocar no preto) e perguntou-me se eu queria ser madrinha dela, com um ar tão sincero e num momento que me apanhou tão de surpresa, eu só conseguia perguntar se ela tinha a certeza, se não preferia conhecer bem todas as doutoras e se queria mesmo, dei um ar tão piedoso que ela me perguntou se ainda não tinha afilhados, no fim dei-lhe um abraço tão apertado por me ter feito aquele dia e por me ter dado a certeza que eu tinha mesmo que sair de casa e tinha que estar ali naquele momento porque alguém aprecia e valoriza isso.

5 comentários

  1. Adorei poder conhece alguns dos teus favoritos deste mês!
    Fiquei curiosa para conhecer esses batons da nyx.
    https://dailyvlife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. How to get away with murder e Black Mirror. Sim. MUITOO SIM!! :)

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito dos teus favoritos :).
    Os casacos são tão giros!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  4. Adorooooo o casaco preto, sinto-me mesmo tentada a ir à loja vê-lo!!!
    E os dois primeiros filmes!? A Dori é amorosa e ainda bem que conseguiste ir finalmente vê-lo. The terminal é daqueles filmes que tu vês uma, duas, três, mil vezes e ficas sempre enternecida com a personagem que o Tom Hanks representa.
    Não conheço nenhuma das aplicações, mas fiquei interessada na última.
    Já sabes que adoro essa capa e, por acaso, revejo-te nela, pelo menos do pouco ou muito que já conheço de ti :)
    Quanto ao dentista, já temos vindo a falar e espero mesmo que essa situação se resolva, mereces um «closer» neste assunto.
    Dani, é muito cliché, bem sei, mas tudo acontece por uma razão. E essa ida inesperada à praxe pode ter-te trazido das melhores memórias que vais levar contigo daqui em diante. Parabéns por esse momento, fico mesmo muito feliz por ti <3

    ResponderEliminar
  5. Gostei tanto desses filmes que viste; Terminal e National Treasure, já o Inferno ainda não consegui ver. Mas li o livro e foi dos melhores que li até agora.

    ResponderEliminar

© Traffic in the Sky. Design by Fearne.