29 de setembro de 2016

#LITTLETALKS: Comparações

Uma das coisas que nos impede de sermos felizes é o facto de nos compararmos a outras pessoas. A nossa beleza, a nossa roupa, a nossa casa, a nossa relação, os nossos amigos, a nossa vida, as nossas notas, tudo. Somos capazes de comparar cada poro nosso com diferentes pessoas que conhecemos ou até pessoas que não sabemos quem são.
Nós temos que perceber que nada que nós temos é igual ao que outra pessoa tem. Tanto fisicamente como psicologicamente. Os nossos olhos podem ser da mesma cor de outra pessoa, mas o formato é diferente. O nosso corpo pode ser idêntico ao de alguém, mas temos mais aqui e menos ali, nada é igual. Podemos ser ambos ambiciosos, mas o nosso nível de ambição ser diferente. Podemos ser inteligentes, mas há sempre certos campos que sabem mais do que eu e outros que eu sei mais do que alguém.

Antes de entrar na faculdade e talvez até no meu 1º ano, sempre que via as minhas notas e as de alguém, se as da pessoa fossem mais altas que as minhas eu sentia-me derrotada porque simplesmente não percebia que não tem que haver sempre um vencedor e um perdedor. Os ganhos de outra pessoa não são as minhas falhas e as minhas conquistas não são a derrota de ninguém.
Se vemos algo que alguma pessoa tem e nós não temos mas gostávamos, porquê querer ter tanto ao ponto de invejarmos em vez de irmos ter com a pessoa e dizer: gosto da tua roupa hoje; gosto do teu cabelo; tens um sorriso muito bonito; parabéns pelo 18 que tiraste; és muito culto/a. Tudo isto genuinamente e nada com inveja, porque se gostamos e se não temos igual, não nos adianta comparar, mas sim congratular a pessoa por o ter.

Preocupamo-nos tanto com o que outros podem pensar que nos esquecemos que vivemos no meio de tanto egocentrismo, a maior parte das pessoas está preocupada com elas mesmas. E se calhar a pensar o mesmo que nós. Nós também somos egocêntricos ao compararmo-nos porque simplesmente estamos a pensar em características que achamos que não temos ou que temos em pouca quantidade e queremos melhora-las porque a nossa vontade de ter algo de outra pessoa não passa de vontade de querermos melhorar esse aspeto em nós mesmos. Estamos a pensar em nós. Sempre que eu vejo o instagram das Kardashians não quero ser uma delas, quero sim ter o dinheiro, as coisas e a casa delas. Mas para quê? Porque que não me posso contentar com o que tenho?
Uma pessoa ser bonita ou ter uma boa vida, não quer dizer que vocês também não são bonitas ou que não têm uma vida invejável aos olhos de outra pessoa, mas quer sim dizer que, se ela é bonita, vocês também são, mas têm belezas diferentes. De que nos vale massacrarmo-nos a pensar “ela é mais bonita do que eu”, ou até o contrário? Nós podemos ter essa opinião, a pessoa ter uma opinião diferente e quem está de fora achar outra coisa.


Há bastantes coisas que se estão a mudar na minha cabeça, bastantes conceitos a entrar ou a serem substituídos e eu estou a gostar tanto ao ponto de achar que, como estou a pensar bem, só quero partilhar isto com vocês. Porque todos nós já passamos por isto e já pensamos um pouco que seja em ter a vida de outrém, mas, para quê?

27 de setembro de 2016

2 years - 27 de setembro de 2014


"A partir do momento em que uma pessoa se apaixona pelo caráter de outra e não somente pela aparência, podem ter a certeza que esse relacionamento vai durar. E talvez para sempre."

Eu que deixei de gostar de frases feitas, que deixei de achar piada a músicas que falavam sobre o amor e que deixei de acreditar que o amor era algo que precisávamos sempre. O mesmo eu que voltei a identificar-me “frases feitas”, voltei a perceber músicas sobre o amor e tu que me fizeste pensar melhor sobre essa coisa de precisarmos de amar para sermos felizes. 

25 de setembro de 2016

SUNDAY PHOTODAY • 19-25 setembro

As aulas começaram, logo, eu tive que sair mais. E sair para ver este tipo de coisas à minha frente é indolor e anti-preguiça. Adoro o céu, as cores dele, os por do sol e os nascer do sol. As duas primeiras fotos têm diferença de poucos minutos e foram em casa do Hugo, não há mesmo melhor sítio para apreciar esta vista.

Ter dias em que só tenho 1h de aula/apresentação e chego a casa às 11h faz-me querer ser produtiva. Estive a tentar arranjar maneira de usar o espelho de corpo como espelho de corpo em vez de o deixar pregado quase no tecto e servir só para ver a minha cara e a primeira foto demasiado à hi5 foi prova disso. A segunda é já de volta ao lugar dele. Não consegui arranjar um sítio engraçadinho para o espelho, por isso ficou como estava. Mesmo assim consegui arrumar a cómoda, a secretária e o armário. Sempre que começam as aulas tenho que fazer uma arrumação para me sentir de volta ao normal.

E como esta semana é quase tudo em torno do mesmo: as aulas, o sítio do costume tem que ser sempre fotografado e durante esta semana vi este senhor, enquanto o Hugo estava a estacionar, que apreciou a vista por alguns minutos e eu achei tão querido. Valorizar o que temos à nossa frente às vezes não é feito, mas devia ser. Também voltaram as minhas torradinhas e as pipocas do Jumbo, e para além disso, “””ajudar””” a minha irmã também retornou. Ela está no 11º e ainda assim tem preguiça de passar os cadernos a limpo e pede-me para o fazer para lhe dar mais “vontade de estudar” quando vir o caderno bonito (uhum), mas enquanto isso está a escrever os números e o abecedário porque “não tem mais nada para fazer”.

Como é hábito, depois da última aula da semana, vou para casa da minha avó e a descer o metro vejo o cartaz mais sassy de sempre. Também fui recebida com massa da minha madrinha, que eu adoro.

22 de setembro de 2016

Mais de 1000 razões para ser feliz 007

Fazer os outros felizes.

20 de setembro de 2016

Aplicações que tenho no meu telemóvel

Hoje venho-vos mostrar as aplicações que tenho no meu telemóvel: as redes sociais, as de edição de fotografia e as que mais preciso. Também adicionei uns extras e as aplicações da origem do telemóvel.

15 de setembro de 2016

REGRESSO ÀS AULAS • Como poupar dinheiro na faculdade

Pagar com as moedas que temos. Sabem aqueles cêntimos que parece que não vos levam a lado nenhum e que nem vos vão fazer falta? Eles vão. Por vezes temos imenso dinheiro connosco e por acharmos o contrário, acabamos por pagar com uma nota. Depois vamos ter o troco mais o dinheiro que já tínhamos anteriormente e isso pode influenciar a gastarmos mais pois, lá está, pensamos que não vamos precisar daquele “pouco” dinheiro para nada.

Os livros. Se vos for pedido um livro para aquela cadeira, vocês têm 3 opções antes de o comprar. 
1) Falem com colegas do vosso curso e peçam emprestado. 
2) Vão à biblioteca da vossa faculdade (ou da cidade) e tentem requisitá-lo. 
3) Usem o facto de alguém já o ter, perguntem se podem levá-lo por um dia e fotocopiem-no.

As fotocópias. Já que falamos em fotocopiar: investiguem o sítio mais barato à vossa volta. Nem sempre a reprografia da vossa faculdade é o sítio mais barato. 
Se forem do Porto, posso-vos dar dois sítios de referência. Perto do McDonald’s do S. João, a Prinfor. Já não passo lá há algum tempo, mas sempre que passava tinham algo na entrada com o preço das fotocópias, não me recordo quanto era, mas sei que era menos de 0,05€. E, a melhor, mas mais longe: CopyCompany no Brasília, na rotunda da Boavista. O custo é 0,02€ por cada fotocópia, basta mostrarem o cartão de identificação (penso que também serve para alunos do secundário e para professores).

Festas e jantares. Vocês não precisam ir a todas as festas/jantares. Não tenham medo de serem rejeitados ou olhados de lado por não irem, isso não vai acontecer. Meçam as vossas prioridades e escolham que festas ou jantares acham importante ir. Ninguém vai a tudo e vocês não são diferentes, nem têm de ser. Durante o ano letivo, acreditem que vão ser muitas as festas e os jantares de curso/praxe também vão ser muitas vezes combinados. Se o preço não vos agradar ou se vocês só vão pelas pessoas que vão, mais vale ficar em casa e poupar uns 10€.

Comida. O almoço, os snacks durante a manhã e a tarde, a água… Façam as contas a quanto gastam com isso e pensem se não será melhor levarem de casa. Para além de saberem o que estão a comer, é sempre algo do vosso agrado e algo que vos ajuda muito, principalmente à vossa carteira. Levem umas bolachas, umas barras de cereais, o que seja. E passem na Primark para verem as garrafinhas deles. Têm aquelas mesmo de água ou as de treino. Tudo bem que a água nem é muito cara, mas são sempre cêntimos que podem poupar para comprar uma garrafa que vos vai salvar e durar anos.

Usar transportes em vez de carro. Andarem na universidade dá-vos desconto no passe e terem bolsa também. É escusado gastarem combustível quando podem ter passe de um mês pelo mesmo preço que metem gasóleo/gasolina para uma semana. Apesar de perderem um pouco de liberdade e terem que se habituar a horários fixos, ganham dinheiro com isto.


São estudantes. Aproveitem-se disso. Podem ter descontos em muitos sítios e vocês não sabiam. Sempre que forem a algum sítio novo, perguntem se têm desconto para estudantes. Eu não sabia que tinha desconto naquele centro de cópias que falei anteriormente e só depois é que vi a publicidade deles. Se tivesse perguntado, ainda tinha poupado algum.

13 de setembro de 2016

REGRESSO ÀS AULAS • Dicas para poupar tempo

Algo com que toda a gente sofre de manhã é o medo de chegar atrasado às aulas ou até mesmo ao trabalho. Hoje trago-vos 7 dicas para evitarem isso.

11 de setembro de 2016

SUNDAY PHOTODAY • 5-11 setembro

Fui almoçar ao Norte Shopping com os meus tios e a minha avó. Comi uma francesinha no Chimarrão.
Onde nos sentamos podíamos ver a entrada, a parte das flores, que eu adoro e as janelinhas.
Essa foi a francesinha que comi. Não foi das melhores que comi na minha vida, mas ainda tinha bastantes batatas e carne, o molho é que mehhh.
Depois fui com o Hugo à meo e adorei estas escadas. Também fui à KFC e encontrei este gelado de 1,90€ com pintarolas e caramelo. Sabe totalmente a Epá (eu não sei qual é o meu problema, mas ultimamente todos me sabem a epá), com um toque caramelizado e as pintarolas só estão ali a fazer bem!
Fui para casa do Hugo no fim-de-semana e estive um pouquinho com o Kratos. Está a crescer à velocidade da luz, mas cada vez está mais amoroso.
Também vimos "A vida secreta dos nossos bichos" e adorei. Não era o que pensava, achava que ia gostar bem mais, mas é um filme fofinho!
Fomos à feira medieval na sexta, o Hugo comprou (finalmente) uma garrafa de hidromel e esteve todo orgulhoso a tirar fotos. Também comemos um crepe do amor, que tinha M&Ms, kit kat e oreo, foi dos melhores crepes que comi e eu não sou muito de crepes!

Foi a penúltima semana de férias e tentei aproveitá-la bem. Boa semana para vocês!

8 de setembro de 2016

REGRESSO ÀS AULAS • 10 coisas que me custaram no 1º ano de faculdade

Como nos estamos a aproximar cada vez mais das colocações, achei que este post ia ajudar a todos os caloirinhos deste ano que se preocupam demasiado, tal como eu. Então trouxe-vos as minhas 10 maiores preocupações e coisas difíceis para mim no 1º ano de faculdade, estou a caminho do 3º e agora percebo os anos de vida que todas as preocupações me tiraram.

6 de setembro de 2016

REGRESSO ÀS AULAS • O meu material escolar

O post de hoje inclui algum do meu material escolar, pelo menos o que levo no meu estojo e o que comprei este ano. Comprei pouca coisa porque durante o ano vou sempre comprando algo aqui e ali e acabo por não precisar de nada.
Eu uso dois estojos, mas o 2º só levo comigo quando sei que vou estudar na faculdade.

O PRIMEIRO ESTOJO
Comprei este estojo quase no final do ano letivo passado, porque finalmente encontrei um estojo do tamanho que queria, como eu gostava e a cor é uma das minhas preferidas. Penso que custou 6,99€ ou algo à volta disso, numa loja note.it.

Dentro dele, tenho 3 canetas da Stabilo com cores que uso muito para os meus apontamentos. Cada uma custa por volta de 0,70€ em papelarias. Por acaso, estas 3 foram compradas na minha EB 2,3. Uma por mim e duas pela minha irmã a meu pedido. Na secundária não tinha nenhuma caneta destas, então tinha que lhe pedir.

Tenho uma lapiseira muito suave ao toque, minas 0.5, e comprei por 1,45€ ou 1,75€ na Fnac de Santa Catarina. Convenci uma colega minha a comprar lapiseiras porque ela detestava o toque delas e a sensação de escrita, mas rendeu-se quando escreveu com a minha. É da uni, linha shalaku.

Também tenho uma caneta da bic, da edição comemorativa de 50 anos, que vende a dourada (escreve azul) e a prateada (que escreve preto). Eu costumava comprar em separado na Fnac mas penso que custava 1,70€ e não compensava muito. Acabei por comprar de maneira diferente este ano.

Por fim, tenho duas do pack de 3 canetas da marca uni da linha lakubo. Não me lembrava do preço, mas quando fui procurar encontrei este novo pack na Staples. Elas são 0.7, o que nos dá uma escrita muito fininha que eu gosto muito! E são as que normalmente uso.


O SEGUNDO ESTOJO
Normalmente uso este ou um da Staples que é maiorzinho e também cabe a calculadora.
Neste, um estojo da stradivarius que comprei há uns 4 anos, na altura custou 7,99€ penso eu, costumo levar um caderninho com post-its. Este foi a minha mãe que trouxe para mim e para a minha irmã, por isso não sei de onde é nem o preço, mas existem coisas deste género no continente e na Staples.

Também costumo levar sublinhadores da stabilo, estes foram a mãe do Hugo que me ofereceu porque tinha a mais na secretária dela. Gosto muito deles pela forma que são, que não é a usual. Existem packs de 3 de cada, na Staples, ou também um pack com todas as cores. Não sei os preços, mas se vos interessar estão no site da Staples!

O CADERNO QUE USO
Este caderno, foi o meu do segundo semestre, do 2º ano. Normalmente um caderno destes chega-me para um semestre. Comprei-o na primark e foi 3€.


AS COMPRAS DESTE ANO
Este ano fui à Staples, ao Jumbo e ao LIDL fazer compras. Algumas destas coisas vão substituir outras que já tinha anteriormente.

Comprei este caderno, por 0,99€ no LIDL. Tem 160 folhas!!!!!! Mas como é muito frágil, tanto a capa como as folhas, não sei se será este que vou usar na faculdade. Ainda estou indecisa se compro um na Primark como costumo fazer ou não, porque acho que ainda tenho alguns do ano passado que não usei. Normalmente prefiro os A5 de capa dura como o que vos mostrei que uso.

Também comprei um pack de 2 borrachas da Maped, por 0,95€ e dei a outra à minha irmã.

Comprei um pack de 12 canetas de feltro com duas pontas, uma normal e uma mais grossinha. Comprei a pensar que seria uma normal e uma mais fina para usar no bullet journal mas enganei-me. Vou usar para fazer esquemas ou algo do género nos meus resumos. Custou 1,99€ no Jumbo.

A minha caneta dourada que vos mostrei anteriormente já deve estar no fim porque já a tenho há um ano e a anterior a essa durou o mesmo tempo, por isso comprei as 2 que custam 2,20€ ou à volta disso. Acaba por compensar muito mais do que comprar individualmente.

Por fim e a minha maior surpresa. No ano passado andei a ver as coisas da Staples e estes sublinhadores chamaram-me a atenção. Quando estava a ver o site de novo para saber se ainda tinham e, de seguida, comprá-los, vi que subiram de preço por já não ser época de regresso às aulas. Acabei por não comprar porque não sabia se o preço se justificava ou não. Este ano quando andava a passear pelo corredor das canetas, encontrei-os lá. Estavam a 1,99€. Eu não sei como vos explicar o meu amor por eles. São 6, e todos têm o lado de sublinhador/marcador, e a outra ponta é a caneta de ponta fina da mesma cor do marcador. Eu adoro sublinhar com azul e roxo, e neste pack, estas cores existem! Para além disto, não sei se foi do papel que experimentei ou não, mas as cores não são fluorescentes como o normal, são um pouco mais pastel. E, para além disso, eu andava a tentar encontrar uma caneta da stabilo lilás clarinho, e nunca encontrava o tom que queria porque o mais claro que vi, era literalmente roxo. Nesta caneta, o tom que eu queria está lá! Vão sem dúvida alguma substituir os marcadores que tinha no segundo estojo e não sei se não passarão para o primeiro (todo um pódio aqui).


E pronto, foi isto. Para além destas coisinhas, tenho vários cadernos e dossiers, mas nem sempre os uso, a não ser que ache que preciso de passar a matéria a limpo, costumo usar folhas brancas para fazer resumos e esquemas de matérias.

4 de setembro de 2016

O batizado

O batizado das minhas primas foi talvez o ponto alto deste mês. Já todos estávamos à espera disto porque a Lara tem 6 anos e queríamos uma festinha para ela desde que era bebé. Os pais aproveitaram para o fazer em conjunto com a irmã mais nova: a Ariana.
Neste dia tiramos imensas fotos. Quer o fotografo a nós, quer nós a nós próprios, quer alguém aos outros. 

1 de setembro de 2016

Favoritos de Agosto


Todo este mês foi agridoce, porque aconteceram coisas más e coisas boas (estas em maioria!), melhorei a minha calma, a minha paciência, perdi e ganhei um telemóvel, tornei-me mais agradecida e um pouco mais ambiciosa também. Fiquei com noção do que sou e do que posso ser e ganhei mais amor próprio.

Este mês, que tão grata me fez ser, merece um post enorme dedicado a ele.

© Traffic in the Sky. Design by Fearne.