9 de dezembro de 2015

I'll miss you forever

2 anos e nada melhorou.
A saudade nunca acaba mesmo, só aumenta. O que dizem de "com o tempo isso passa", é mentira. Todas as vezes que o ouvi sabia disso mas dizia sempre "espero que sim".
Está quase a chegar o Natal e é mais um ano que não estás cá, já são 3 natais sem ti e no primeiro ano, ao acordar, desejei-te Feliz Natal, onde quer que estivesses. O choque é tanto, tinham passado duas semanas e eu ainda tinha esperança que te ia ver sentado no mesmo sitio de sempre. Quis sentar-me ao lado da avó mas recusei-me a ocupar o teu lugar. Ninguém o vai fazer, nem o lugar físico nem o emocional.
Nunca cheguei a dizer-te adeus ou o que quer que fosse e nunca vou ser capaz de o fazer, para mim ainda estás comigo e não quero nem consigo despedir-me de ti.
Na passagem de ano brindei a ti, mais tarde chorei por ti. No meu aniversário a mesma coisa. Quando entrei na faculdade igual. Quando trajei só queria ouvir que tinhas muito orgulho em mim, toda a gente me disse que ias estar orgulhoso e eu sei que sim, mas falta-me sempre a tua voz. Mas estou a aprender a tornar esse choro e essa tristeza em força porque tudo o que eu faço, sou e onde estou é por ti e por te ter como referência, caso contrário não conseguia nada na vida.
Há pouco tempo disseram-me que é normal toda a revolta que sinto porque os nossos super-heróis ocupam um grande espaço em nós que quando nos deixam, é impossível preencher esse espaço com o que quer que seja. E tu és o meu super-herói. O meu avô, o meu pai e a minha eternidade.

4 comentários

  1. oh :/ é sempre dificil perder alguem tao proximo. beijinhos e muita força

    ResponderEliminar
  2. É sempre muito difícil perder alguém próximo. Acho que perdemos sempre uma parte de nós que nunca conseguimos recuperar.
    Muita força.
    Beijinhos,
    Cherry

    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. Nunca passa, passe o tempo que passar :( Sei o que isso é.

    ResponderEliminar

© Traffic in the Sky. Design by Fearne.