22 de fevereiro de 2015

(back to 14th february)

Sempre tive vontade de encontrar o amor da minha vida. Uns dias pensava que devia parar de o “procurar” em todas as pessoas, outros dias insistia que já tinha conhecido mas podia não me ter apercebido. E outro (ou outros) dias, houve um rapaz que não desistiu de mim, por muito que eu o afastasse. Que me punha ansiosa várias vezes e achava piada, que me dava prioridade, que me preferia mesmo com todos os defeitos que já lhe tinha mostrado. Que, quando se apercebia que eu estava nervosa, me acalmava sem ter essa obrigação, que fica desconfortável só para que não haja nada que eu me possa queixar, que sempre fez questão de me ir buscar e levar a casa, que só saia quando visse que entrei de forma segura e que já podia ir embora descansado, que faz todos os esforços que estão ao seu alcance por mim, que sempre falou de mim aos amigos, seja de que maneira for. Que se preocupava com a minha opinião, que mostrava que tinha medo de me perder, que me fez feliz desde o primeiro dia, que me mima sempre que pode, que percebe os erros que faz e tenta corrigi-los, e muitas outras boas atitudes da parte dele. Esse rapaz é, muito provavelmente, o amor da minha vida. Aquele que sempre procurei mas que quando parei, e evitei pensar nisso, apareceu. Apareceu na melhor altura, no melhor momento. Alguém que me faz tão bem consegue mudar sempre o meu dia, consegue fazer-me sempre acordar com vontade de viver, consegue pôr-me a sorrir quando menos espero, consegue fazer-me sentir bem quando o dia me corre mal desde o pequeno-almoço. Alguém que me faz tão bem, alguém assim, devia ser preservado por toda a gente que o encontra.

Nem sempre as coisas são iguais às que vemos nos filmes, mas nós podemos fazer por isso. Eu e o “meu alguém” conseguimos criar uma relação genuína e sincera. É muito difícil encontrar um casal que tenha tudo o que é preciso hoje em dia porque as coisas materiais ou o físico estão acima de qualquer outra coisa, esquecendo-se da confiança, do amor, do respeito, ou até do ciúme e das discussões. Isto faz parte de uma relação e eu sei que todas as “brigas” que nós temos, por muito pequenas que sejam, só nos ajudam a crescer e nunca a destruir o que construímos. Antes de esse alguém aparecer, eu queria que o momento em que tivesse de me expressar estivesse longe, mas hoje eu só quero tentar dizer tudo (e sei que vou ficar longe de ficar perto de dizer tudo). Só quero dizer que esse alguém é uma das pessoas mais importantes da minha vida (senão a mais importante), esse alguém é tudo o que sempre sonhei e sei lá, não há nem nunca houve ninguém que me fizesse sentir completa, que me fizesse sentir esta vontade de partilhar uma casa e uma vida. Sei que quando reler isto não me vou rir de mim própria, mas sim vou sentir saudades do começo de tudo (porque 4/5 meses não são nada) e vou abraçar o alguém por me ter conseguido aturar até aqui e até ao dia em que vou reler isto e até ao fim.
Até ao fim, sim, porque depois de ter dito uma das coisas mais erradas até agora, levei um sermão que me fez acordar para a vida. Quando disse que mais cedo ou mais tarde ia ficar solteira, esse alguém disse-me que se nos metemos nisto, se isto era sério, era até ao fim. E até ao fim não é em breve pois o para sempre é até ao fim dos nossos dias. E foi assim que percebi que estava tão dedicado a isto quanto eu e que me podia entregar, que podia deixar o medo de me magoar de lado porque não era justo estar à defensiva quando alguém estava de corpo e alma para mim.
Esse alguém és tu. O alguém que mudou tudo és tu. O amor da minha vida és tu. Mesmo que eu pudesse escolher, não escolhia outra pessoa senão tu, porque depois de ter quem sempre quis, quem sempre sonhei, era burra se te deixasse ir. Só me resta agradecer-te por seres como és, tão bom com toda a gente, obrigada também por me aturares como sou, por me desculpares por ser parva de vez em quando, por não deixares os meus medos, inseguranças e manias interferirem em alguma coisa e por lutares sempre para que eles “vão embora”.
Depois de muito tempo a saber o que sinto sem te dizer, por preocupações ou simplesmente por teimosia, quero que acabes de ler isto sabendo que te amo, que não há pessoa no mundo que me faça mais feliz que tu e que não há dia que não agradeça por toda a sorte que tenho por te ter comigo. Amo-te e sim, é para sempre, não importa o que aconteça.

3 comentários

  1. Deixo-vos aqui uma página minha para verem, tem um pouco daquilo que gosto de fazer para além de escrever, fotografar... https://instagram.com/ines.mms
    Só conseguirão ver se também tiverem conta, beijinhos da nês!

    ResponderEliminar
  2. fico feliz por não ser a única espécie retardada a este ponto, neste planeta.

    ResponderEliminar

© Traffic in the Sky. Design by Fearne.