26 de janeiro de 2014

Miguel Esteves Cardoso diz:

Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?

O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.

17 de janeiro de 2014

Tenho saudades de amar alguém. Amar tanto que dói. Não me lembro da última vez que adormeci agarrada a uma almofada, ou que chorei de felicidade, ou que sorri para o telemóvel. Já não sei o que é isso sequer, mas sei que me faz sentir bem. Adoro sentir-me apaixonada. Ver beleza em tudo, gostar todas as músicas que passam, arrumar o quarto todos os dias e acordar bem disposta todas as manhãs. É.
© Traffic in the Sky. Design by Fearne.